Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Btt na Serra da Cabreira - Cabeçeiras de Basto

por BttAlfenense, em 06.04.11

"...Curti Milhares..."

Serra da Cabreira 


Serra do distrito de Braga, com a altitude máxima de 1256 metros.Com orientação complexa, forma uma espécie de semicírculo com a convexidade voltada para norte. Encontram-se aqui alguns vestígios de glaciações quaternárias ainda pouco estudadas.É nesta serra que se situam as cabeceiras do rio Ave, e onde vamos pedalar neste dia.

 

 

“Quedas”

Mais um dia de convívio BTT, desta vez a convite do “Quedas” visitamos um dos parques eólicos da Serra da Cabreira. Se a minha contagem não foi errada éramos 25 os participantes, que pouco depois das 9 se preparavam para atacar a 1ª fase do passeio, os 20,81 km que nos separavam do ponto mais alto o trajecto escolhido e que representavam por si só cerca de 1000m de acumulado de subida.

Início relativamente rolante com cerca de 3,5 km sem grande inclinação, primeiras fotos e vídeos, e primeiro contacto com o que realmente nos esperava, 1,5 km de forte inclinação com acumulado de 173 m, proporcionalmente à inclinação a paisagem começava a mostrar-se deslumbrante, os trilhos utilizados nesta fase essencialmente em estradão rural estavam suficientemente técnicos para apimentar a subida enquanto pequenos topos dificultavam a progressão e aumentavam a adrenalina.

De salientar também a grande quantidade de furos sofridos nesta fase, furos que aliás começaram logo na partida que acabou por acontecer só cerca das 10h, sendo um dos mais afectados o Rui Meireles homem que deixou recentemente de usar calços “orgânicos”, ( ficamos sem saber se a escolha recaiu sobre metálicos, semi-metálicos ou cerâmicos ), e que se bem me recordo furou três vezes, já bem próximo do topo paragem de reagrupamento, algumas barras consumidas e o grupo parte novamente ao ataque do cume.

Pouco antes da subida final encontro com grupo de três cavalos selvagens e mais algumas fotos de recordação, nesta fase a paisagem anunciava já o deslumbre que encontraríamos no pequeno planalto situado no topo e o verde das arvores transformava-se num continuo tapete onde ao longe se avistavam mais alguns animais que livremente desfrutavam o seu estado selvagem.

Finalmente começou a descida, depois do planalto já meu conhecido (já conhecia de BTT em 17/10/2009), e atingidos 23 km de percurso, o gozo de descer começa e a adrenalina aumenta, primeiro com passagem em trilhos de pedra desgastada pela intempérie da serra e depois em fabuloso single-track técnico que nos deixou pena não ser mais extenso.

Acabado o single-track eis-nos chegados aos Moinhos de Rei, onde paramos para mais algumas fotos e vídeo, novamente em movimento prosseguimos até atingir a Praia Fluvial de Abadim e um pouco depois atingirmos o Aeródromo com o mesmo nome, a partir daí percorremos alguns caminhos rurais e vielas que nos conduziram ao Rio Peio transposto utilizando uma estreita ponte pedonal (mais fotos e vídeo), e eis-nos chegados ao fim deste trajecto que vivamente recomendo a todos os amantes da modalidade.

Banho tomado nos Bombeiros e rumamos ao restaurante “Churrasqueira do Paço”, que a hora ia avançada e a fome apertava, lá chegados, boa refeição, acompanhada de bom convívio e boa disposição, que culminaram com inflamado discurso final feito pelo nosso amigo “Quedas”, e documentado em vídeo.

 

 

FOTOS DO PASSEIO

 

Alguns dados do passeio

Percurso total – 37,8 km – (40,3 km com as voltinhas)

Acumulado total 1.188m

3.37h em deslocação – 10,6km/h

1.23h parado – média final 7,8 km/h

V/máx. – 52,1 Km/h

Cota mínima – 268,7m

Cota Máxima – 1.074,6m

 

Temos de fazer estes convívios mais vezes,

 

Um abraço a todos,

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:54



bttalfenense

Mais sobre mim


calendário






Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D