Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O atleta Rafael Sousa, Bttalfenense/longusbike, conquista mais um pódio...A estreante Filipa Peres, também do Bttalfenense/Longusbike, destaca-se entre as portuguesas...

 

José Borges (ASC/Bike Zone) dominou a terceira etapa da Taça de Portugal de Downhill (DHI) Vodafone, disputada neste domingo, em Porto de Mós. O piloto da equipa vilacondense revelou um estado de forma superior a toda a concorrência na categoria de elite, sendo o mais rápido tanto na manga de qualificação como na final. Na descida decisiva, José Borges colocou a melhor marca em 3m44,725s, deixando o segundo classificado, o espanhol Antonio Ferreiro (Lanzalia Bike Club), a 759 milésimos de segundo. O terceiro foi o individual Luís Ferreira, a 3,058 segundos. Francisco Pardal (Pombal Jovem/More Bike Park) não foi além da oitava posição, um lugar ainda assim suficiente para segurar a liderança da Taça de Portugal de DHI Vodafone.

 

A espanhola Eva Garrido (Escuela Ciclista Merida) foi a melhor entre as senhoras, cumprindo a descida final em 5m35,094s. Seguiram-se a grega Maria Michalogiannaki (Minoan Camp) e a portuguesa Filipa Peres (BTT Alfenense/Longusbike), segunda e terceira, respectivamente.

 

Em juniores impôs-se José Vasconcelos (AD Jorge Antunes).

 

Rafael Sousa (BTT Alfenense/Longusbike) ganhou a prova de cadetes.

 

José Pereira (Penacova DH/UD Lorvanense) bateu os restantes veteranos A, enquanto João Estêvão (MCF/Xdream/Município de S. Brás) teve igual desempenho entre os veteranos B+C. A Associação Desportiva Jorge Antunes

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:46

Trilho dos Moinhos

por BttAlfenense, em 26.01.12

 

Os Amigos da Montanha vão organizar no próximo dia 10 de Março (sábado), o "BTT Trilho dos Moinhos". Esta actividade é de cariz lazer activo, num trajecto em bicicleta que percorre alguns dos moinhos do concelho de Barcelos que outrora foram meios de subsistência das gentes e aldeias. Moinhos de água, moinhos de vento, moinhos a laborar, moinhos abandonados, moinhos assombrados, ruínas de moinhos, moinhos em ruínas, moinhos tenebrosos, moinhos secretos, moinhos enamorados, moinhos históricos… tudo num percurso em bicicleta, por trilhos, montes e vales de outrora, cravados de histórias, sinais e imagens únicas.

O património histórico, económico e cultural proporcionado pelos moinhos ainda existentes desenham um percurso verde, acessível a todas as idades, proporcionando ainda contacto com as aldeias e gentes embebidas em farinha moída nas grandes e pesadas mós de pedra, outrora um importante meio de subsistência. O percurso para 2012 é integralmente novo e tem uma extensão de cerca de 45 Km.

 

Inscrições

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:15

A Nutrição No Ciclismo

por BttAlfenense, em 24.01.12

A época do ciclismo acaba de começar, sendo as primeiras provas uma referência à condição física dos ciclistas para quando chegarem aos meses do Verão, pico da época, estarem no máximo das suas potencialidades. Sendo esta uma das modalidades com maior dispêndio energético, até 1200 Kcal por hora, com características peculiares, resolvemos apresentar sinteticamente os principais cuidados alimentares em dias de treino, pré-competição, dia de competição, e após a competição.

Dieta dia treino: 50-60Kcal/kg/dia, 60-65% hidratos de carbono, 12-15% proteínas, 20-28% gorduras, limitando as saturadas. Ter em atenção vitaminas (B1, B2, C) minerais (ferro, cálcio, magnésio) e antioxidantes (Vitaminas A, E, C, selénio, zinco, cobre, manganês).

Dieta pré-competição: Não mudar substancialmente os hábitos alimentares. Incrementar a contribuição de hidratos de carbono, entre 10-12g/kg/dia (65-70% valor energético total). Evitar alimentos ricos em fibras, leguminosas, bebidas gasosas, molhos, picantes. Dieta controlada em gorduras e proteínas. Aumentar a ingestão de fluidos nos 3 dias anteriores à prova.

Dieta dia de competição: Refeição pelo menos 2-3 horas antes da prova para haver um total esvaziamento do estômago. Realizada em condições de calma, mastigando bem. Evitar excesso de fibras, carnes e gorduras, fritos, molhos, sensação de saciedade e não abusar no café ou chá dada a sua acção diurética. No período de 45-60min antes da prova, há a denominada ração de espera. Neste período os ciclistas consomem alimentos com valor energético próximo 85-100 Kcal, preferencialmente alimentos semi-líquidos (sumo de fruta, iogurte magro com frutas...) existindo uma absorção mais rápida de modo a não haver risco de hipoglicemia. Neste sentido ainda, evitar ingerir açúcares simples a 30-45 min do início da prova. Quando faltarem 5-10 min pode-se ingerir bebida isotónica ou gel com 0,8ml/kg que pode ser acompanhado de 25g. de hidratos de carbono. Durante a prova tomar 600-1200 ml água e bebida isotónica ou em forma de gel. Alternar com sólidos (barrinhas cereais, bananas) com uma absorção mais pausada, que mantém os níveis de glicose no sangue mais estáveis.

JOSE AZEVEDO E LANCE ARMSTRONG
Dieta após competição: Na 1ª hora após exercício ingerir cerca de 1litro de bebida isotónica mais 1 saquinho de gel com 40g. de hidratos de carbono. Na 2ª hora seguinte à prova ingerir cerca de 600 ml. de bebida isotónica mais 400 ml. de água e 1 saquinho de gel com 40g. de hidratos de carbono. Na 3ª hora ingerir 500 ml. de bebida isotónica e 500 ml. de água mais 1 barrinha de cereais e 1 iogurte magro com frutas. Haverá ainda lugar a uma refeição (jantar) rica (70% valor energético total) em hidratos de carbono, de preferência complexos, cerca de 20% de proteínas e 10% de gordura.

Estes são apenas aspectos gerais dos cuidados nutricionais a ter em conta por parte dos ciclistas, que podem através do cumprimento destes cuidados atingir os principais objectivos da alimentação e nutrição do ciclista, como é o caso da prevenção da desidratação; reposição dos macro e micronutrientes; controlo da gordura corporal; recuperação muscular e reposição de glicogénio; protecção do sistema imunitário; protecção celular contra o excesso de radicais livres e a acidez – acido láctico.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:59

XCM INTERNACIONAL – VILA DO CONDE

por BttAlfenense, em 23.11.11

XCM INTERNACIONAL – VILA DO CONDE

1 de Julho de 2012

 

A XCM INTERNACIONAL – VILA DO CONDE é uma prova organizada pela Câmara Municipal de Vila do Conde em parceria com o Clube de BTT “Asas nos Pés”, Clube de BTT “Bravus Curas”, Clube de BTT da Casa do Povo de Retorta e Clube de BTT “Os Rompe Trilhos” e realizar-se-á no dia 1 de Julho de 2012 em Vila do Conde. Esta prova integra o programa “Ciclismo para todos” da União Ciclística Internacional e da Federação Portuguesa de Ciclismo.

 

PERCURSO

O percurso da prova passa por vias públicas, caminhos rurais e trilhos do Concelho de Vila do Conde e Concelhos limítrofes, estando aberto à circulação de outro tipo de veículos, pelo que todos os participantes devem respeitar as regras de circulação em vias públicas.

A XCMI – VC Integra dois níveis de distância:

Ø  Maratona: 80 a 90 km com dificuldade física – 4/5 e técnica – 4/5;

Ø  Meia-Maratona: 40 a 50 km com dificuldade física – 3/5 e técnica – 3/5.

 

INSCRIÇÕES

Serão abertas as inscrições, para todas as categorias, no dia 1 de Dezembro de 2011, sendo estas efectuadas exclusivamente on-line no site:

http://www.cm-viladoconde.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=41503

Os atletas com idade inferior a 18 anos só poderão participar mediante a apresentação de autorização do encarregado de educação. O termo de responsabilidade está disponível no site da prova e deverá ser enviado para o email: xcmi@cm-viladoconde.pt ou para o nº de fax: 252 645 322.

O valor base da inscrição na XCMI-VC é de 7,5 euros (participantes federados) e 10 euros (não federados) incluindo:

Ø  Seguro de acidentes pessoal;

Ø  Abastecimentos sólidos e líquidos;

Ø  Apoio logístico;

Ø  Disponibilidade de balneários e local para lavagem de bicicletas;

Ø  Primeiros socorros;

Ø  Brindes;

Ø  Viaturas de apoio.

 

PAGAMENTO

Poderá efectuar o pagamento da inscrição por transferência bancária para o NIB 0010 0000 31682940001 77 do BPI, conta da União Ciclista de Vila do Conde, ou directamente no secretariado da prova que funcionará no Pavilhão de Desportos de Vila do Conde, entre as 09h00m e as 12h30m e as 14h00m e as 17h00m, a partir do inicio das inscrições.

 

PROGRAMA

Sábado, 30 de Junho

09h00m – Abertura do secretariado

09h00m – Abertura parque de equipas (Paddock)

10h00m – Abertura do circuito para treinos

12h30m – Fecho do secretariado

14h00m – Abertura do secretariado

18h00m – Fecho do circuito para treinos

18h30m – Fecho do secretariado

21h00m – Abertura do secretariado

23h00m – Fecho do secretariado

23h00m – Fecho parque de equipas (Paddock)

Domingo, 1 de Julho

07h30m – Abertura do secretariado

07h30m – Abertura parque de equipas (Paddock)

08h00m – Abertura controlo zero

08h30m – Reunião de directores de equipas

08h45m – Fecho de secretariado

09h15m – Briefing

09h30m – Partida

11h30m – Chegada do primeiro atleta da XCMI – VC Meia-Maratona (previsão)

13h00m – Chegada do primeiro atleta da XCMI – VC Federados e Promoção (Previsão)

15h00m – Cerimónia de entrega de prémios e de encerramento

16h30m – Fecho do percurso

 

 
Boas Pedaladas.
 
A Organização.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:31


bttalfenense

Mais sobre mim


calendário






Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D